Untitled

Comecei a ler “A vida que você sempre quis” de John Ortberg,, uma leitura bem mais leve depois de “Mentoria Espiritual”, mas não menos importante, ele escreve a respeito de disciplinas espirituais baseado no livro de disciplinas de Dallas Willard (não me lembro o nome), encontrei o poema abaixo pela terceira vez nesse ano:

A terra está repleta do céu,

E cada sarça comum ardente por causa de Deus;

Mas somente quem percebe tira as sandálias.

O restante se assenta ao redor colhendo as amoras.

Elizabeth Barrett Browning

Aurora Leigh

As outras duas vezes foram no livro “Janelas da Alma”, de Ken Gire e “Porque Jesus é diferente” de Ravi Zacharias. Achei interessante a proeminência desses versos, talvez um chamamento para que as pessoas não esperem tanto o extraordinário para ver Deus e desfrutá-lo nos momentos ordinários do dia a dia, nos quais ele age também (foi meio redundante, mas para fortalecer o fato de que Deus está presente, e está conosco em TODOS os momentos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *