um ano, outro post: 2010

Acabou 2010, PH dormiu e as meninas estão fora, cheguei a ouvir uma excelente mensagem do Mars Hill e comecei a copiar alguns CDs para meu notebook,e vendo tantas retrospectivas pela blogosfera não resisti em pensar e escrever a minha, tenho muito medo de esquecer alguma coisa relevante e deixar alguém chateado, mas falando rapidamente, começamos esse ano de forma fantástica em Fortaleza, mais propriamente no Beach Park, compramos um ticket para 1 semana e passamos momentos muito legais lá, visitamos também a Igreja Batista Central de Fortaleza o que nos emocionou bastante; depois de Fortaleza, fomos a praia mais duas vezes aproveitando competições de Biathlon e Triathlon, o que adiciona um negócio muito legal, que são as viagens que fazemos com a família para as competições, cheguei a fazer três Triathlons no ano, fora o Biathlon de Fevereiro e até uma maratona aquática que fiz na minha academia, foi bem legal poder competir nestas provas, principalmente o triathlon de São Vicente, era algo que fazia parte de alguns sonhos há um tempo atrás e hoje tenho as fotos e vídeos de como é tudo isso.

Em casa, trabalhamos para eliminar meu escritório e transformá-lo em quarto para Maria Ester, foi uma grande mudança, uma pequena consequência, além disso tive a alegria de festejar meus 40 anos com bastante gente querida e também de festejar os 5 anos do Pedro com seus amigos. Pudemos nos envolver bastante em conhecer melhor os pais da escola dos meus filhos, algo que tem nos feito criar boas raízes no bairro onde moramos.

Tivemos a desagradável perda do Sr. Luiz, pai de minha esposa no final do ano, de tão rápido e inesperado, ainda tentamos pensar no que aconteceu.

Minha participação como guest blogger, rendeu minha participação no livro Viral Hope, o que foi uma enorme honra para mim, pude também participar na revisão de um livro de um colega de São Francisco, fora isso promovi algumas tentativas totalmente fracassadas de juntar um pessoal para momentos de compartilhar e isso resume meu envolvimento missional no ano. Me senti bem desconectado no ano, esse isolamento acabou me lançando em um secularismo terrível. Mas tenho esperança, isso por que Deus não deixa as coisas simplesmente assim, e assim sigo. Cheguei a escrever mais nesse blog esse ano, gostaria de me organizar mais para compartilhar melhor o que tem ocorrido, cheguei a pensar em postar uma foto por dia, mas vamos ver o que será viável.

Desejo que 2011 possamos provar muito mais do que Deus tem nos ensinado. À medida que pudemos ver um crescimento bem grande das redes sociais, espero que aprendamos a tirar proveito desse envolvimento para ações reais nesse mundo que a gente vê dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *